Páginas

quarta-feira, 18 de julho de 2007

Dezoito


Ainda não sei explicar, é tudo muito novo.
Já reconheço, é claro, que depositei expectativas demais nisso e que, apesar de todas as mudanças positivas que eu consigo listar, fazer 18 anos definitivamente não muda a vida de ninguém...
Mas, sei lá... É tão gostoso saber que agora eu sou “alguém”...
Não que eu não me sentisse suficientemente maduro e/ou responsável desde os 16, mas não dá pra negar que o reconhecimento legal dessa “consciência” é uma delícia...
Pouco muda além disso.
Mas o que antes parecia uma libertação hoje tem cheiro de recomeço, e eu prefiro ver como uma oportunidade. De crescer, no real sentido da palavra, aprender e experimentar. Não resolve todos os meus problemas, mas me dá forças e vontade para enfrentá-los!
Eu já queria, e, agora, posso!
E isso sim é uma mudança!

Nenhum comentário:

Postar um comentário