Páginas

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

Bicho Gente

“Pelo visto, gente adorava se beijar na boca, trocar palavras aparentemente tolas, se dizer amando e se sentir melhor por isto.
Era impressionante a atração que um corpo poderia exercer sobre outro.
Talvez fosse cedo para afirmar, mas parecia que gente funcionava melhor aos pares mesmo.
Sozinhos, pareciam metades.
- Os seres mortais têm a desvantagem de serem mortais e a vantagem de, por isso mesmo, desejarem aproveitar intensamente, e de todas as maneiras, o tempo que duram seus corpos...”


[FALCÃO, Adriana em Sonho de uma Noite de Verão – Coleção Devorando Shakespeare, Editora Objetiva – p. 34, 35.]

Nenhum comentário:

Postar um comentário