Páginas

sábado, 5 de abril de 2008

Amor com Passarinhos


Não é que ele não exista. Mas, há muito tempo, não se ouvem notícias.
Os pássaros eu sei que existem, e continuam por aí. cada vez em menores quantidades e diversidade. Mas ainda cantam, e fazem suas partes no quadro que criamos do Amor.
Este é que anda um pouco sumido! Dizem as más e boas línguas que existe. Mais fraco e instável do que se imagina, mas vivo. Ao que parece, continua a acontecer aos que “menos esperam” – se é que alguém realmente espere menos!
Quem não dá atenção aos pássaros, provavelmente, não dá, também, ao amor. Afinal, nem barulho o segundo faz! Detalhes que não parecem fazer tanta diferença, e fazem...
Enquanto nos ocupamos com roncos de motores e buzinas, perdemos as lindas melodias desses pássaros. E as grandes oportunidades desse amor...

Nenhum comentário:

Postar um comentário