Páginas

domingo, 1 de junho de 2008

Do quanto eu adoro gente sincera

Chego ao McDonalds, compro uma fichinha no caixa convencional e vou à janelinha do sorvete fazer o meu pedido:

- Boa tarde! Um McFlurry de Suflair, por favor!
- Por quê que eles tão vendendo fichinha no caixa de lá? Já falei que esse caixa daqui já tá funcionando... Esse povo, viu?!
(silêncio)
- Então, um McFlurry de Suflair, por favor...
(silêncio)
-Aqui, aproveita e me conta uma coisa? É verdade que esse McFlurry é maravilhoso?
(muxoxo)
- Porque eu li na
internet que é uma das coisas que a gente precisa experimentar antes de morrer.
(muxoxo)
(silêncio)
(hesitação)
- Olha! Eu não achei nenhuma graça!
(choque)
- Na verdade, esses sorvetes são todos iguais. Não sei por que dizem coisas assim!
(perplexidade)
- Aliás, pra ser muito sincera, eu não vejo graça em nenhum deles. Quer saber? Eu não gosto é de nada aqui. Isso tudo é uma frescura! E esse McFlurry é uma bobagem!
(silêncio)
- Mais alguma coisa?
- Não, não... Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário