Páginas

quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Eu te Odeio

Eu odeio você.
Odeio mesmo! Muito!

Eu odeio a dependência que você me causa. Eu odeio não ter mais controle sobre os meus atos. Eu odeio esse comportamento imbecil que tenho, agora, por culpa sua.

Eu odeio rolar no tapete, eu odeio abraçar o travesseiro, eu odeio chorar na frente do computador enquanto conversamos no messenger. Aliás, muito mais do que isso, eu odeio segurar o choro até chegar ao banheiro e me afogar em lágrimas sentado no chão embaixo da pia. Eu odeio copiar “you’re so good to me” em todas as páginas do meu caderno, eu odeio cantar as nossas músicas durante a aula, eu odeio não prestar mais a menor atenção a essas mesmas aulas, que começam e terminam sem que eu sequer tome ciência disso. Eu odeio dar pulinhos de alegria sempre que toca Cabide na aula de samba, eu odeio te ligar o tempo inteiro e odeio ter que desligar. Odeio, ainda, pegar o celular e não ligar, por saber que conversamos há menos de dez minutos. Eu odeio só falar de você, eu odeio só pensar em você, eu odeio só escrever sobre você, eu odeio enxergar você em todas as músicas românticas que ouço e odeio não entender o que está acontecendo. Eu odeio quando você me chama de “doutor” e, não sei por que, odeio quando você não chama e eu fico esperando você chamar. Eu odeio escolher as roupas pensando no que você vai gostar, eu odeio mudar a foto do Orkut todos os dias só para ver você reclamar, e eu odeio você só gostar da foto de que eu não gosto. Eu odeio aquele povo que te abraça o tempo inteiro, eu odeio o tanto que você é “gracinha” e eu odeio não acreditar que você realmente gosta de mim, por não me considerar merecedor de tanto. Eu odeio as besteiras que penso sempre que olho para você e odeio não poder botar a maioria delas em prática. Eu odeio querer brigar o tempo inteiro e esquecer todos os desaforos que já ensaiei só por ver você sorrindo. Eu odeio saber que você tem um passado do qual eu não faço parte, e um futuro do qual, talvez, eu possa não participar também. Eu odeio perceber que virei um apaixonadinho imbecil e pensar que, sem você, eu vou odiar tudo ainda mais.

Eu odeio você.
Eu odeio gostar de você.
E eu odeio – ah! como eu odeio! – saber que não sei mais viver sem te odiar.

11 comentários:

  1. ...e ODEIO saber que você vai ler isso e ficar "se sentindo"...

    IDIOTA!

    ResponderExcluir
  2. Bem, eu poderia simplesmente copiar e colar esse texto aqui e falar que to sentindo o mesmo, mas eu estaria desvalorizando os seus e os meus sentimentos. Sou pessimo com palavras vc sabe (gratuito, desdem, etc.) mas vamos la:

    Eu nao poderia dizer que odeio alguma coisa, porque tem 4 semana q sou incapaz de odiar, ha 4 semanas tudo tem sido mais legal e mais colorido, principalmente quando estou perto de voce. E quando estou longe 'e como se eu nao existisse em mim, ja que meu pensamento, meu desejo, minha consciencia vai com voce. Eu me tornei um IDIOTA! E sabe o q 'e pior? eu estou gostando!

    Eu sofro quando voce me nega um sorriso ou fica puto comigo, mas quando voce sorri parece que aquele prazer adiado toma conta de mim e ai todos os meus medos vao por agua abaixo. Eu estou literalmente viciado em voce, tenho vontade de gritar, espernear, ou qualquer outra forma histerica de mostrar o quao caido estou por voce!

    Meu mundo tem se resumido em 4 letras e isso tem me bastado de tal forma que esqueco que ainda existe um 'EU'. De uma forma assustadora tudo tem se transformado em 'NOS' e eu fico cada dia melhor. o fato de voce ter um passado sem mim me assusta, mas o futuro depende da gente.

    eu estou disposto a tentar, quer tentar?

    QUER NAMORAR COMIGO?

    (pedido oficial)

    ResponderExcluir
  3. Bem, eu poderia simplesmente copiar e colar esse texto aqui e falar que to sentindo o mesmo, mas eu estaria desvalorizando os seus e os meus sentimentos. Sou pessimo com palavras vc sabe (gratuito, desdem, etc.) mas vamos la:

    Eu nao poderia dizer que odeio alguma coisa, porque tem 4 semana q sou incapaz de odiar, ha 4 semanas tudo tem sido mais legal e mais colorido, principalmente quando estou perto de voce. E quando estou longe 'e como se eu nao existisse em mim, ja que meu pensamento, meu desejo, minha consciencia vai com voce. Eu me tornei um IDIOTA! E sabe o q 'e pior? eu estou gostando!

    Eu sofro quando voce me nega um sorriso ou fica puto comigo, mas quando voce sorri parece que aquele prazer adiado toma conta de mim e ai todos os meus medos vao por agua abaixo. Eu estou literalmente viciado em voce, tenho vontade de gritar, espernear, ou qualquer outra forma histerica de mostrar o quao caido estou por voce!

    Meu mundo tem se resumido em 4 letras e isso tem me bastado de tal forma que esqueco que ainda existe um 'EU'. De uma forma assustadora tudo tem se transformado em 'NOS' e eu fico cada dia melhor. o fato de voce ter um passado sem mim me assusta, mas o futuro depende da gente.

    eu estou disposto a tentar, quer tentar?

    QUER NAMORAR COMIGO?

    (pedido oficial)

    ResponderExcluir
  4. Muuuuuuuuitissíssima feliz por vocês!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. muito bom, para não dizer mais

    afinal, "esse tipo de sentimento" não é comentável por quem vê pelo outro lado

    ^^

    ResponderExcluir
  6. " Eu odeio você.
    e odeio gostar de você (ainda). "

    ResponderExcluir
  7. Que lindo, que lindo!

    ResponderExcluir