Páginas

quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Suas Cores

Eu queria escrever uma poesia bem romântica sobre relacionamentos, é claro, mas de forma bem metafórica. Para ninguém desconfiar que eu estou apaixonado. Porque eu não dou o braço a torcer, você sabe! Pelo menos, não, assim, em público.
Mas ando eufórico demais para rimar.

Pensei, ainda, em escrever uma crônica. Um textinho qualquer sobre alguma – das muitas – passagem do meu dia que demonstrasse o quão “caidinho” eu estou. Mas, ai!, preciso de algo mais claro e objetivo. E mais criativo também. E nem preciso me prender a um estilo. Qualquer coisa que eu escreva, assim como tudo o que eu falo e o meu sorriso, está transbordando de alegria. Não dá mais pra esconder.

Vim para casa decidido a escrever uma carta. Com destinatário subentendido, como se fosse possível. Que falasse, sinceramente, e sem muitos rodeios, do bem que você me faz. Queria até usar um trecho de alguma das nossas inúmeras músicas, para ser ainda mais intimista. Cheguei mesmo a escrever uns dois parágrafos. Falavam sobre o quanto eu era feliz antes de te conhecer, e o quão mais feliz eu sou agora por ter você comigo. Mas apaguei. Nada está à sua altura.

Não consigo escrever, não consigo estudar, não quero dormir e não tenho a menor vontade de acordar. Não sei se dá pra viver “disso” não, mas assim espero.

Você encheu de cores a minha vida preta e branca. E cego, quando vê a luz, nunca mais quer nem piscar.
Não dá mais para eu ser o mesmo... E - muito - obrigado por isso!

4 comentários:

  1. este blog está aberto para comentários? ^^

    bem, não vou comentar o texto. porque não quero te assustar com minhas interpretações, mas principalmente pela total ausência da necessidade de interpretar o que está escrito.

    ResponderExcluir
  2. Desde de quando pode comentar nos seu blog?! agora q eu vi, e lógico tenho q comentar!
    Texto lindo, combinando demais com vc!
    Vc merece tdo isso amor!
    Que sua vida se encha de cores sempre mais e mais...
    TE AMO D+!
    ;*

    ResponderExcluir
  3. Fico feliz por estar tão feliz e tão bem...mesmo sem saber o porquê, nem por quem.
    Que você pague a língua mais uma vez!
    Amo você!

    ResponderExcluir
  4. esse texto ficou liiiindo mesmo!
    :)

    ResponderExcluir