Páginas

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

E começou!

Tahoe City, 12 de janeiro de 2010 – 11:38

Criei o PAINEL DA VERGONHA na minha tarde/noite de ócio no Ski Checking, uma folha onde as pessoas são listadas quando cometem infrações como deixar a luz acesa e/ou a porta aberta e aumentar o aquecedor para mais de 60 graus, já que a ordem agora é economizar. E, acreditem, o primeiro nome do painel é o meu, denunciado por alguém que não concordou com a idéia e disse que vai me perseguir por toda a casa pra eu aprender a fazer esse tipo de coisa. Estreei o painel que desenvolvi. Não lembro, juro, mas, nas palavras da minha delatora: você foi acender a luz da cozinha e acendeu um pouquinho a da sala sem ver, depois desceu e deixou acesa. “Um pouquinho” é referência ao fato de a luz da sala ser daquelas de rodar, em que você escolhe o nível de iluminação, e eu tinha ESBARRADO no negócio e feito ele faiscar – nem ACENDER direito acendeu!. Além disso, quatro pessoas estavam na sala. A idéia do painel é anotar quem larga as coisas e SAI. Mas, com QUATRO pessoas num ambiente, é só alguém levantar e apagar, ou dizer Caio, você mexeu na luz errada, volte aqui e conserte, como eu vivo fazendo com quem larga a porta aberta e ainda está em casa, apto a corrigir o equívoco. Tentaram fazer isso, parece, já que não custava nada. Mas dizem que é o preço que pagarei por tentar pôr ordem nas coisas, a revolta alheia.

E, com um fato bobo e insignificante como esses, há boatos de que ganhei uma INIMIGA.

PREGUIÇA define. Beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário