Páginas

sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Economia porca

Quarta-feira, 27 de janeiro de 2010 – 7:44 p.m.

Minha mãe ligou hoje, meio apressada, falando de um jeito estranho. Eu tinha acabado de acordar com a campainha (abri a porta pra mulher da internet de samba canção, chinelo e camisa do Paidéia e ela ficou um pouco assustada), e ela disse que esperaria, então, a internet voltar a funcionar. Argumentei que, talvez, isso não acontecesse a tempo, e ela, então, preferiu ligar de novo mais tarde.

- Mãe, você nunca liga quando eu estou em casa. Agora, você ligou, eu atendi, e pronto. O que mais precisa? Vamos conversar de uma vez, não inventa de ligar mais tarde não...

- Mas é que mais tarde é mais barato o interurbano!

Podem começar o bolão de QUANDO EU CONVERSO COM ELA DE NOVO. Já avisei todo mundo aqui que NÃO ESTOU!

p.s.: conheci uma mexicana super divertida, que trabalha na cozinha central do hotel (e prepara, inclusive, o que eu vendo na Deli!). O nome dela é ROSARIO, e eu acho MUITO DIGNO ter uma amiga mexicana chamada Rosario! Só me falta rexar pra Virgenzinha de Guadalupe e, oi, soy latino!

p.s.2: batemos o maior papo no ponto de ônibus, Bill (um americano falando inglês), Rosario (uma mexicana falando espanhol) e eu (um brasileiro falando até o que não devia). Foi lindo. Torre de babel quase...

Nenhum comentário:

Postar um comentário