Páginas

domingo, 17 de janeiro de 2010

UM POUCO de neve

Tahoe City, 14 de janeiro – 21:37h

Esquecemos de pagar uma conta e nossa luz pode ser cortada em até dois dias. Eu já paguei minha parte, mas, claro, isso fez pouca diferença. Um menino comprou vídeo-game (lembra?), outro perdeu a mochila com todos os documentos, e por aí vai. Daí que isso estava me preocupando um pouco, afinal, moramos na neve, e, talvez, seja um pouco difícil viver sem luz. Não pela geladeira, é claro, já que tem sempre neve entrando pelas janelas. Mas pelo CHUVEIRO QUENTE e pelo AQUECEDOR, coisas um pouco fundamentais na minha humilde opinião.

Não obstante, a previsão do tempo prometeu neve eterna de domingo a domingo. Comecei a pensar que, talvez, seja um pouco chato pegar ônibus na neve, andar até o ponto ou trabalhar, mas descobri que isso não será nada. A administradora do condomínio disse a um dos meninos daqui de casa que precisamos nos preparar! Não consegui captar todos os detalhes do relato, porque me emocionei um pouco, mas, até onde sei: a neve costuma cobrir as casas, e os moradores precisam, de vez em quando, CAVAR pra atravessar da porta até a rua; os supermercados fecham as portas (porque ninguém sai de casa, né?!) e as pessoas precisam estocar comida; e pode acontecer de ACABAR A LUZ também. Montando a cena, então, eu posso, a qualquer momento, ficar preso dentro de casa, sem comida e aquecedor. Super O CASO DOS EXPLORADORES DE CAVERNA (lembra?)!

Um pouco de emoção nunca é demais, eu acho.

Mentira!

Nenhum comentário:

Postar um comentário