Páginas

segunda-feira, 1 de março de 2010

Ha-ha-ha

Tahoe City, 28 de fevereiro de 2010 – 23:01h

Levei o pior tombo de toda a minha vida hoje. Escorreguei no gelo e caí deitado, em forma de estrelinha. Até chorei. Arranhei minha mão e não consigo olhar pros lados.

Descobri que estou pobre. Na verdade, olhei meu saldo e descobri que tinha duas vezes e meia o que esperava ter. Quase morri de alegria. Até descobrir, depois, que minhas últimas compras ainda não foram debitadas. Ou seja, RIQUEZA TEMPORÁRIA!

O passar dos dias está me fazendo sofrer ainda mais por qualquer coisinha ainda que pequena. E meu sono, ultimamente, tem sido suspenso pela sujeira em que nossa casa se encontra. E o pior é que todo mundo reclama, todo mundo cita nomes, todo mundo saber quem fez o quê, quem deixou de lavar o quê e etc., mas ninguém diz nada, por toda uma questão de convivência. E, quando falo, porque eu não agüento mesmo ficar calado, sou o chato, o implicante, o neurótico... Hoje, ouvi até um “vivemos três meses assim, faltam só alguns dias!”. Cadê minha mãe?

E ainda mudei – mais uma vez – meu destino final pós 15 de março. Se as coisas continuarem assim, vou é pra Sabará e Betim. Porque nem eu agüento mais esse troca-troca de planos.

Como nem tudo são espinhos, entretanto, Perereca fez meus últimos dois dias mais felizes com uma simples piada sem graça:

Um negão tinha uma festa à fantasia e pediu ajuda a sua esposa. Essa prontamente providenciou a máscara, a capa e toda a roupa do Batman.

- Pô, mulher! Você está brincando, né?! Batman é branco e eu sou negão! Nunca que vou vestido assim!

No dia seguinte, a fantasia do Robin.

- Você só pode estar de sacanagem! Que foi que eu te falei sobre cor? Robin é branco também.

E assim se seguiu. Dia após dia, o marido recusava todas as idéias da esposa, que já perdia aos poucos o entusiasmo. Por fim, ao acordar, o negão encontrou, ao pé de sua cama, duas bolinhas brancas, uma fita crepe e um cabo de vassoura.

- Quê isso, mulher?

- Olha, cansei! As bolinhas são pra você colar no corpo nu e ir de DOMINÓ. Se não gostar, enrola a fita crepe e vai de CÓDIGO DE BARRA. Agora, se ainda estiver ruim, você faça o favor de enfiar esse cabo de vassoura no seu cu e ir fantasiado de CHICABON!

Boa noite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário