Páginas

sábado, 31 de julho de 2010

Al-BUM

Eu sempre achei engraçado ser branquinho numa família de pretos, mas, hoje, isso está me incomodando. Na formatura do meu irmão, no ano passado, todos nós morremos de rir porque, na hora das fotos, o fotógrafo chamou “vem a família dele toda”, olhou pra mim (que já estava fazendo pose até) e disse “só a família nessa, tiro dele com você depois”. Foi engraçado na hora, minha mãe teve que pôr panos quentes na indignação que tomou conta de mim – abrindo a torneira das minhas conhecidas grosserias –, todo mundo riu, todo mundo comentou, e, depois, todo mundo esqueceu, é claro.
Só que, agora, o álbum dele ficou pronto e, adivinha, eu não apareço. Tá, na verdade, eu apareço sim, mas no final. Super “convidado”, sabe? Minha mãe até achou estranho e perguntou qual a lógica da mente doentia da equipe de fotografia e, baseado na linha de organização adotada e no que o moço disse que achava que cada um era, chegamos a uma triste conclusão.
A namorada do meu irmão é cara dele. Mesmo. É assustadora a semelhança. Logo, como não poderia deixar de ser, depois da mãe e do pai (que já estavam na “foto da família”), ela foi a primeira a ser identificada. Então, a mocinha do vestido preto é a irmã do formando.
Sobramos minha prima e eu. Esse menino branco, eu não sei o que está fazendo, mas a bonitinha de vestido verde, pela cor, deve ser da família. Achamos mais uma irmã, gente. Se não irmã, pelo menos prima! Sobrei eu. Tem um menino sobrando aqui. Mas, como ele está sempre do lado da irmã de verde, deve ser namorado dela. Então, é cunhado do formando.
E o álbum ficou assim: começa com meu irmão sozinho, vem meu irmão e os amigos, meu irmão e minha mãe, meu irmão e meu pai, meu irmão e meus pais várias vezes, meu irmão e sua irmã (que, oi, não é irmã dele coisa nenhuma!), meu irmão e sua outra irmã (que também não é irmã de ninguém), meu irmão, suas duas irmãs (ai, que ódio!) e seu cunhado (oi, prazer) e, no final, já que havia um tanto de fotos de nós dois (e ninguém devia ter entendido), uma montagem do meu irmão com o cunhado aparecido, com as piores fotos da minha vida. Sério. Fiquei super avulso. Tipo cunhado mesmo, amigo de infância, filho da empregada...
Justo eu. Que não gosto de um destaque, né?!


Um comentário:

  1. Troca de família com a Flávia. Ela é preta em uma família de brancos! rs

    ResponderExcluir